Na apresentação realizada por Rômulo Elias, no Módulo de Estudo da Evolução do Pensamento do Professor Rui Chamone Jorge, onde estamos nos aprofundando no estudo do livro ‘O Objeto e a Especificidade da Terapia Ocupacional’, o termo “concurso” da atividade plástica chamou a nossa atenção, tendo em vista que, comumente, utilizamos o termo “recurso” terapêutico ao falar das mesmas.

Sabemos que o Professor sempre foi muito atento às palavras e aos seus significados e tínhamos certeza de que, neste momento, ele queria chamar a nossa atenção para algo.

Fomos buscar a etimologia das palavras e encontramos:

  • Concurso: latim concursus, us ação de correr juntamente
  • Recurso: latim recursus, us possibilidade de voltar

O Professor Rui Chamone Jorge nos apresenta o seguinte relato ao apresentar um caso clínico:

Dificilmente ele (o paciente) conseguiria sintetizar o conforto e o desconforto, de forma simultânea e concomitante, como componentes da sua realidade interior. Sem o concurso da atividade plástica ele não faria reflexão alguma.”, o professor Chamone ressalta para todos que utilizam as atividades, como proposta de tratamento, que os objetos produzidos durante as sessões, ocorrem simultaneamente junto às falas dos ajudados. (pág 38)

Os objetos produzidos e refletidos junto ao conteúdo verbal podem ampliar, confirmar e até mesmo contradizer este conteúdo verbal.

A compreensão desta dinâmica irá contribuir na construção do reconhecimento do conteúdo interno que está sedimentado externamente e promover a consciência em quem faz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.