Finalidade das atividades e o papel geral do Terapeuta Ocupacional

 

“… já que as atividades são um fim em si mesmas, posto que permeiam a razão e a sensibilidade e assim geram consciência, ao Terapeuta Ocupacional cabe ser o constante facilitador fixo, dessa conversa do si consigo mesmo que o paciente possa empreender, interpretando o momento, dentro do universo crítico-laborativo do mesmo, a partir do referencial interno daquele, estimulando sua agressividade, desde que por isso entenda-se seu desejo de lutar em prol de si mesmo.”  (JORGE, 1990; p.57)

Interessante, não é?

Fonte: livro “Objeto e especificidades da Terapia Ocupacional; Belo Horizonte; GESTO, 1990.

O vídeo apresentado é parte do Documentário 'O Silêncio da Sociedade' (2022)

Documentário produzido por adolescentes integrantes do programa de prevenção seletiva do uso de drogas do grupo 'Meninos da Terra', desenvolvido pela Terra da Sobriedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.