As atividades na Terapia Ocupacional

Finalidade das atividades e o papel geral do Terapeuta Ocupacional

 

“… já que as atividades são um fim em si mesmas, posto que permeiam a razão e a sensibilidade e assim geram consciência, ao Terapeuta Ocupacional cabe ser o constante facilitador fixo, dessa conversa do si consigo mesmo que o paciente possa empreender, interpretando o momento, dentro do universo crítico-laborativo do mesmo, a partir do referencial interno daquele, estimulando sua agressividade, desde que por isso entenda-se seu desejo de lutar em prol de si mesmo.” 

Terapia Ocupacional e Abordagem Comunitária

TERAPIA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO A PESSOAS COM TRANSTORNOS POR USO DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS.

Em nosso último encontro discutimos ‘A vida comunitária como experiência do cuidado de si: intervenções da Terapia Ocupacional com pessoas que abusam de álcool e outras drogas’, coordenado pela TO e prof.